Pages

Chás, incensos, musica e dois dedos de angústia sem gelo


Precisava de um irmão que me escutasse ou uma mãe. Um bom amigo me serviria, até mesmo um mau amigo, um colega... Alguém mesmo que fosse desconhecido e seria melhor até. Mas de tudo isso, lembrei que tenho esse lugar pra despejar meus medos e derrotas, apesar de pouco ser percebido, confesso. Acordei sem bocejar essa manhã, sem mau humor, sem sono, sem nada. O que me ocupou foi apenas uma roupa limpa e um par de sapatos pra ir trabalhar, mas não quero dizer que estou cansado, ou digo. Meu orgulho já nem é mais o mesmo, meu cheiro, meu gosto, meu jeito, meu olhar. Meu humor acabou virando uma constante e quem eu amo quero não amar mais. Não é o mesmo que acordar na madrugada e ter alguém que te faça esquecer dos pesadelos, mãe, pai, amor...

0 dizeres:

Postar um comentário